Enfermagem Forense: uma especialidade inovadora

Enfermagem Forense: uma especialidade inovadora
Enfermagem forense

30/05/2021

A enfermagem forense é uma especialidade inovadora e em evolução, que busca atuar nos cuidados de saúde que possuem componente médico-legal. Apesar de ser praticada informalmente por enfermeiros por anos em vários setores, apenas recentemente a especialidade tem sido reconhecida formalmente, devido ao crescente avanço na identificação desse corpo único de conhecimento (LYNCH; DUVAL, 2011).

Por meio da Resolução 556/2017, o Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) regulamentou a atividade de enfermeiro(a) forense. Entre as competências desempenhadas pelo enfermeiro forense, estão o reconhecimento de possíveis situações de violência e a identificação de potenciais vítimas e lesões, a coleta, recolha e preservação de vestígios (COFEN, 2017).

A habilidade do(a) enfermeiro(a) para detectar e coletar evidências desempenha um importante papel na investigação do crime e pode impactar no resultado de decisões legais. A coleta de vestígios forenses de forma incorreta ou incompleta em situações complexas, como potenciais casos criminais, pode obscurecer importantes evidências (GOLL-MCGEE, 1999). Porém, a atividade do enfermeiro forense não é limitada aos exames e coleta de evidências, mas inclui o cuidado a pessoas e famílias envolvidas em qualquer forma de violência e negligência, incluindo vítimas de tráfico humano, acidentes, de erros médicos, entre outros (SILVA; SILVA, 2009). 

Abordaremos mais sobre o assunto em outros posts e também em cursos. Acompanhe e fique por dentro dessa especialidade para a Enfermagem que está evoluindo cada dia mais, no Brasil e no mundo.

Profª Jade Ottoni

Referências:

CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM (COFEN). Resolução COFEN nº 0556/2017, de 23 de agosto de 2017. Regulamenta a atividade do Enfermeiro Forense no Brasil, e dá outras providências. In: Conselho Federal de Enfermagem [internet]. Brasília, 2017.
GOLL-MCGEE, B. The role of the clinical forensic nurse in critical care. Critical care nursing quarterly, v. 22, n. 1, p. 8–18, maio 1999. 
LYNCH, V. A.; DUVAL, J. B. Forensic Nursing Science. In: Forensic Nursing Science. 2. ed. St. Louis, Missouri: Elsevier, 2011. p. 704. 
SILVA, K. B.; SILVA, R. C. Enfermagem Forense: Uma Especialidade a Conhecer. Cogitare Enfermagem, v. 14, n. 3, p. 564–568, 2009.


Posts Relacionados

Dificuldades no recrutamento de pessoal em APH

Dificuldades no recrutamento de pessoal em APH

Trabalhei como gestor de uma empresa de Atendimento Pré-hospitalar (APH) durante...

→ Leia mais...
Controle de hemorragia externa

Controle de hemorragia externa

Sabia que a hemorragia é a principal causa de morte na vítima de trauma? E mais...

→ Leia mais...
Kit de Primeiros Socorros Outdoor

Kit de Primeiros Socorros Outdoor

Realizar qualquer atividade em ambiente natural requer planejamento, avaliação d...

→ Leia mais...
Jade Ottoni

Jade Ottoni


Graduada em Enfermagem pela Universidade de Brasília (UnB), Especialista em Urgência e Trauma pelo programa de residência da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal - SESDF. Especialista em Enfermagem de Urgência e Emergência pela Universidade Cândido Mendes - UCAM, Pós-graduanda em Enfermagem Forense, Mestre em Enfermagem pela UnB, Doutoranda em Ciências da Saúde pela UnB. Docente do curso de Enfermagem do Centro Universitário do Distrito Federal - UDF Coordenadora docente da Liga Acadêmica de Enfermagem em Trauma e Emergência da UnB - LAETE-UnB.

→ Veja o Perfil Completo